18 de set de 2015

Agora e Sempre - Judith McNaught


Em 1815, a americana Victoria Seaton perde os pais em um trágico acidente. Ela e a irmã Dorothy ficam desamparadas até descobrirem que a mãe pertencera à aristocracia inglesa. As irmãs são forçadas a partir para a Inglaterra e se hospedarem na casa de parentes desconhecidos. Victoria surpreende-se com seu primo distante, o lorde Jason Fielding, disputado pelas mais belas mulheres da alta sociedade. Confusa pela arrogância de Jason, mas atraída por seu forte poder de sedução, ela percebe o primo é assombrado por um passado doloroso.

Um romance histórico maravilhoso! Perfeito!
Li em apenas 2 dias pois não conseguia me desgrudar dele. Entrou nos meu favoritos com certeza.
Vi em algum lugar que a pessoa não tinha gostado e apesar de que gosto não se discute, ao terminar esse livro pensei comigo: Como não amar esse livro?? Impossível!

Victoria e sua irmã Dorothy ficaram orfãs com apenas 18 e 17 anos respectivamente e como não tinham parentes mais próximos na América, foram enviadas aos cuidados da bisavó e de um tio na Inglaterra.

A bisavó não aceitou Victoria em sua casa pois era muito parecida a mãe, sua neta, que casou-se e foi embora do país com um homem que ela não aprovava. 
Então ela recebeu Dorothy e exigiu que Charles, único amor de sua neta, cuidasse de Victoria.
Charles logo se encantou com Victoria, a semelhança com sua amada era tão grande que ele logo  já a imaginou casada com seu filho Jason.
Jason, viúvo e extremamente sofrido, além de muito rico era também um homem ferido pelas situações da vida desde a infância. Não confiava em mulher alguma e só se envolvia com elas como passatempo. Apesar de ser filho bastardo de Charles, a sociedade pensava que era seu sobrinho.
Quando Victoria chega em sua casa, imposta pelo tio Charles, vê sua vida virar de ponta cabeça. Os criados caem de amores por ela, cheia de simpatia e generosidade. 
Victoria está sempre na espera que seu noivo, amigo de infância Andrew venha buscá-la, e ela vai levando os dias tentando ser útil em alguma coisa e não ser um estorvo para Jason.
O amor entre os dois acontece gradualmente e isso foi o mais lindo do livro. Eu pessoalmente não gosto de estória de amor à primeira vista, gosto quando as coisas acontecem naturalmente, com o tempo e a convivência.
Até mesmo as situações corriqueiras do dia a dia dela é prazerosa e por ser um livro relativamente longo, não ficou cansativo em nenhum momento.
Nem tudo são flores no decorrer do livro, algumas cenas são até mesmo chocante, mas sendo 1815 imagino que acontecia esse tipo de coisa e muito mais.
Foi o primeiro livro da autora que li e caí de amores pela escrita envolvente dela. Judith escreve com perfeição e delicadeza e você consegue se emocionar com a estória.
É um livro que qualquer resenha não será suficiente para descrevê-lo, ele 'pede' pra ser lido, ou melhor, devorado!
Super recomendo!

Download Aqui

21 comentários:

  1. Dessa autora só li Whitney, meu amor que tem alguns fatos que me decepcionaram, embora a escrita seja boa. Vou dar uma segunda chance a autora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dê sim, uma segunda chance! Essa autora é maravilhosa!E este livro em questão é muito bom! Mas não deixe de ler "Todo ar que respiras" e "Em busca do paraíso". Não são de época, são contemporâneos, mas, para mim, são os melhores dela!

      Excluir
  2. Olá, já li quase todos os livros dessa autora e sinceramente ADORO!! Seguindo esta mesma linha temporal, ou seja livro de época, recomendo que leia "Alguém para amar" da mesma autora! Asseguro ser tão lindo quanto Agora e Sempre. Estes dois são os meus favoritos no estilo de época.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou ler com certeza, Amanda. Fiquei apaixonada pela autora!
      um abraço e obrigada!!!

      Excluir
    2. De nada, leia sim não vai se arrepender e comente aqui o que achou!! Beijos.

      Excluir
  3. Oi, eu ainda não li esse aqui, mas parece ser bom. Um da mesma autora que li e adorei, foi Alguém para Amar, ele tbm é longo, mas é do tipo que te prende, li rapidinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse tbém está na minha lista!!
      Obrigada, Luana ;-)
      Abraços!

      Excluir
  4. Não há como não gostar de qualquer livro de Judith Mcnaught! Ela é muito superior à maioria das autoras que costumamos ler! Tantos os históricos como os contemporâneos são ótimos! Recomendo "Todo ar que respiras"(meu preferido!) e ""Em busca do paraíso".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou ler com certeza, Kate!
      Abraços e obrigada!!

      Excluir
  5. Simplesmente amei esse livro, o romance dos dois é lindo demais ansiosa pra ler os outros livros dela....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo mesmo, né?
      Obrigada, Taís!!
      Araços!

      Excluir
  6. Amei o livro, tipo, amei muuuuito. A autora é sensacional, li em dois dias também, pois era muita emoção, empolgação, curiosidade e tal. Recomendo muito gente!

    ResponderExcluir
  7. MARAVILHOSO....EMOCIONADA COM ESTA HISTÓRIA.

    ResponderExcluir
  8. Alguém para amar é o melhor livro que já li. A historia é muito rica e os personagens são bem construídos. Li, reli (1.000 vezes)e vou ler novamente.

    ResponderExcluir
  9. Adorei muito a dica, fiquei com a ideia que a irmã Dorothy também terá um livro...mas não encontrei... Sabe se tem? Bigadaaaa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se tem não conheço, Susana! Mas seria muito bom né mesmo?
      Abraços!

      Excluir
  10. Que livro maravilhoso ...não consegui largar a leitura ...livro delicioso d ler ..ameiiiii...vale a pena ...sem dúvidas alguma

    ResponderExcluir