terça-feira, 14 de junho de 2016

O Último dos Canalhas - Loretta Chase - Série Canalhas 2


O devasso Vere Mallory, duque de Ainswood, está pronto para sua próxima conquista e já escolheu o alvo: a jornalista Lydia Grenville. Só que desta vez, além de seduzir uma bela mulher, ele deseja também se vingar dela.
Ao se envolver numa discussão numa taverna, Vere foi nocauteado por Lydia e se tornou alvo de chacota de toda a sociedade. Agora ele quer dar o troco manchando a reputação da moça.
Mas Lydia não está interessada em romance, principalmente com um homem pervertido feito Mallory. Em seus artigos, ela ataca nobres insensatos como ele, a quem considera a principal causa dos problemas sociais.
Nesse duelo de vontades, Vere e Lydia se esforçam para provocar a derrota mais humilhante ao mesmo tempo que lutam contra a atração que o adversário lhe desperta. E, nessa divertida batalha de sedução e malícia, resta saber quem será o primeiro a ceder à tentação.

RESENHA:
14/06/2016

Seria mais fácil desenhar um gráfico para falar desse livro, que começou meio sem ânimo, foi de repente para um nível de aventura delicioso para depois cair numa narrativa cansativa e chata.
No primeiro livro me deliciei com o casal, já nesse o romance caiu em muito na minha opinião. Na verdade o que menos tem aqui é romance.
Não tem grandes acontecimentos, nem aqueles encontros arrebatadores de tirar o fôlego.

Vere não é tão canalha quanto parece ser e Lydia é uma escritora de jornal, que além de escrever estórias que ela mesmo cria, ela vai atrás de notícias que chocam. É uma defensora dos menos favorecidos e dá voz à eles através de suas matérias.
Ela é muito, mas muito à frente de seu tempo. Diverge de toda mocinha que li até hoje.
Algumas características achei exagerada, afinal uma mocinha que bebe e fuma charuto num bar cheio de homens, por volta do ano de 1800, não parece tão mocinha assim.
Nem ela, nem a estória em si lembram dos romances de época que estamos acostumadas à ler: Sem bailes ou festas, aqui é citado o submundo com prostitutas, tráficos de jovens, cafetinas e afins.
Achei que a autora explorou mais o lado dramático do que o próprio romance deles, que acabou ficando em segundo plano.
E fui com muita sede ao pote por ter lido o primeiro que foi um lindo romance mas sem um pano de fundo de peso.
Na minha opinião o que perdeu pontos foi quando chegando na finalização do livro, começou um outro enredo que achei totalmente desnecessário, com muita ênfase em personagens que antes eram secundários e de repente acabaram virando 'estrelas principais' da estória. Tudo para ganhar umas páginas a mais? Não sei, só sei que foi brochante .

Apesar dos pesares, vale a pena ler só pela aventura dos dois que foi o ápice do livro. 
Espero que o próximo seja melhor, mas não sei se terei coragem de gastar meu dinheirinho nele.

SEM LINK PARA DOWNLOAD

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Rainhas do Romance 67 - Desperte Comigo - Linda Howard


O acidente que deixou Blake temporariamente sem sentir as pernas também havia roubado sua vontade de viver. Seria necessário uma mulher cuja alma estivesse tão paralisada quanto a dele para trazê-lo de volta à vida. Dione Kelley era sua última chance... Ela sabia disso, e entendia o desafio que o caso dele apresentava.No entanto, o que ela não imaginava era que, ajudando Blake a superar a desilusão e recuperar as forças, ela pudesse expor as próprias dores e despertar a cura de si mesma…

RESENHA:
02/06/2016

Esse é um romance bem carregado de drama, de força de vontade e superação.

Dione é uma fisioterapeuta de sucesso. Todos os seus pacientes tiveram sucesso em seu tratamento e por isso ela é procurada por Richard, cunhado e vice-presidente da empresa de Blake.
Sua esposa é irmã de Blake e ela passa mais tempo com o irmão do que com o marido e cansado de ser sempre deixado em segundo plano, tenta mais uma vez um tratamento para Blake.
Nenhum dos fisioterapeutas anteriores tiveram sucesso e o caso de Blake interessa muito à Dione.
Já que ela chega se assusta com o estado dele, completamente o oposto do homem forte e viril que ela viu na foto.
No começo ele se recusa ao tratamento, diz que prefere morrer à tentar mais um tratamento sem sucesso e não há nada faça ele mudar de ideia. Mas Dione tem um jeito todo particular de convencê-lo e ele acaba se resignando.
O livro começou muito bem, cheio de amargura por parte de Blake, discussões entre eles e um mistério que envolve a vida de Dione que também é uma mulher sofrida e cheia de traumas.
Mas à partir do momento que eles começam a se envolver achei que a estória perdeu a força. Começou a ficar desinteressante e cansativa, o final parecia que nunca ia chegar e se arrastou daí pra frente.
Algumas frases como "Dione, você deveria se chamar Champanhe pois me deixa embriagado" foi de amargar kkkk
Mas enfim, é uma boa estória e teria ganhado 4 estrelas se não fosse pela finalização.

Download Aqui

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Clássicos Históricos 360 - O Homem Perfeito - Anne Gracie - [Irmãs Merridew 2/4]


Ele queria uma noiva... e encontrou o amor!

Os salões de baile londrinos não são o ambiente adequado para um pária da sociedade como Sebastian Reyne. Mas suas irmãs mais novas precisam urgentemente de alguém que cuide delas, e por isso Sebastian está à procura de uma moça ajuizada e responsável com quem possa se casar. Certamente, não alguém como Hope Merridew, uma jovem linda, mas impetuosa e atrevida! Hope nota o evidente interesse de Sebastian, e se sente atraída por seu charme sedutor. Para ela, Sebastian Reyne parece um príncipe encantado, o homem que tem tudo para realizar seu sonho de dançar a valsa perfeita! Mas quem poderia imaginar que uma simples dança acenderia a chama de uma paixão tão intensa, que os envolveria numa emocionante intriga de sensualidade e desejo?

RESENHA:
30/05/2016

Finalizando as leituras do mês com essa sequência das irmãs Merridew.
Ao contrário do primeiro livro, cheio de paixão e cenas hilárias, esse parte para um lado mais dramático e com menos situações de tirar o fôlego.

Sebastian é um homem muito sofrido desde a infância e agora que têm as irmãzinhas sob seus cuidados novamente, fará de tudo pela felicidade e bem estar delas.
Por esse motivo, procura um esposa que possa ajudá-lo na criação e educação das meninas, e apesar de já ter uma candidata à vista - sóbria e sisuda lady Elinore - seu coração reage prontamente toda vez que encontra Hope.
Hope não se encaixa na descrição de esposa perfeita, mas é ela que mais vai ajudá-lo nos momentos mais difíceis. 
Claro que isso não irá acontecer tão cedo, enquanto isso muitas estórias intensas vão rolar no livro. Situações tristes vividas por Hope, Sebastian e todo o drama envolvendo as irmãs dele, até o dia que elas foram resgatadas por Sebastian.

A estória é muito bonita e envolvente. As cenas hilárias ficam por conta do amigo Giles, que vai fazer de tudo para impedir que ele se case com Lady Elinore.

Os personagens são encantadores e as crianças, idem.
Recomendo esse romance que vai acontecendo aos poucos na vida da alegre Hope e do sofrido Sebastian.

Download Aqui

terça-feira, 24 de maio de 2016

As Violetas de Março - Sarah Jio


Emily Taylor é uma mulher jovem e escritora de sucesso, mas não gosta muito de seu próprio livro. Também tem um casamento que parece ideal, no entanto ele acabará em divórcio.Sentindo que sua vida perdeu o propósito, Emily decide fazer as malas e passar um tempo em Bainbridge — a ilha onde morou quando menina — para tentar se reorganizar.
Enquanto busca esquecer o ex-marido e, ao mesmo tempo, arrumar material para um novo — e mais verdadeiro — livro, um antigo colega de escola e o namorado proibido da adolescência tornam-se seus companheiros frequentes. Entretanto, o melhor parceiro de Emily será um diário da década de 1940, encontrado no fundo de uma gaveta.
Com o diário em mãos, Emily sentirá o estranhamento e a comoção causados pela leitura de uma biografia misteriosa que envolve antigos habitantes da ilha e que tem muito a ver com sua própria história.
Assim como as violetas que desabrocham fora de estação para mostrar que tudo é possível, a vida de Emily Taylor poderá tomar um rumo improvável e cheio de possibilidades.
As Violetas de Março é um romance sobre a força do amor, sobre as peças que o destino prega e sobre como podemos ser felizes mesmo quando tudo parece conspirar contra a felicidade.


RESENHA:
24/05/2016

Eu não conhecia esse livro nem a escrita dessa autora. Quando o encontrei, achei a premissa muito interessante e a classificação dele no Skoob era bem alta, por isso passei-o na frente dos outros.

Tentei escrever uma resenha pra esse livro mas depois percebi que estava repetindo as mesmas palavras do resumo e falar mais do que isso seria estragar a leitura.
Vou tentar passar o que eu achei da estória sem revelar nada importante.
A estória fica interessante no ponto que Emily lê o diário. Ficamos curiosos em saber quem foi Esther e seu grande amor, Elliot e se acabaram ou não juntos.
O diário não conta a vida toda dela, mas sim seus últimos momentos mais significantes.
O livro é narrado em primeira pessoa pela Emily e o que gira ali em torno dela não é muito interessante. Os pontos altos foram quando ela sai em busca de respostas pra saber mais sobre as pessoas do diário.
Esther na minha opinião tá longe de ser heroína de qualquer coisa. Uma mulher confusa e extremamente precipitada. Todas as suas decisões mais importantes foram tomadas por impulso, e mesmo se arrependo sempre ela não muda seu comportamento.
Achei que ela foi imatura e impulsiva, já Emily, apesar de não ter vivido grandes momentos como a mulher do diário, foi mais pé no chão e mais madura.
Claro que os personagens são diferentes, mas se tratando da vida de duas mulheres fica impossível não fazer uma breve comparação.
Apesar de toda enrolação que foi o livro, ninguém querendo contar nada e os segredos e mistérios só aumentando, o final melhorou consideravelmente e amarrou todas as pontas que a autora deixou pelo caminho.
Não foi um livro inesquecível, mas gostei muito da maneira que a Sarah conduziu a estória para um final bem emocionante.

LIVRO SEM LINK PARA DOWNLOAD

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Romance Com o Duque - Tessa Dare - [Castles Ever After # 1]


Izzy sempre sonhou em viver um conto de fadas. Mas, por ora, ela teria que se contentar com aquela história dramática.

A doce Isolde Ophelia Goodnight, filha de um escritor famoso, cresceu cercada por contos de fadas e histórias com finais felizes. Ela acreditava em destino, em sonhos e, principalmente, no amor verdadeiro. Amor como o de Cressida e Ulric, personagens principais do romance de seu pai.

Romântica, ela aguardava ansiosamente pelo clímax de sua vida, quando o seu herói apareceria para salvá-la das injustiças do mundo e ela descobriria que um beijo de amor verdadeiro é capaz de curar qualquer ferida.

Mas, à medida que foi crescendo e se tornando uma mulher adulta, Izzy percebeu que nenhum daqueles contos eram reais. Ela era um patinho feio que não se tornou um cisne, sapos não viram príncipes, e ninguém da nobreza veio resgatá-la quando ela ficou órfã de mãe e pai e viu todos os seus bens serem transferidos para outra pessoa.

Até que sua história tem uma reviravolta: Izzy descobre que herdou um castelo em ruínas, provavelmente abandonado, em uma cidade distante. O que ela não imaginava é que aquele castelo já vinha com um duque

RESENHA:
20/05/2016

Primeiro livro da autora que leio e apesar das primeiras páginas não ter me empolgado tanto, acabei gostando demais!!!

Isolde vive sozinha após a morte do pai, praticamente na miséria pois um primo que a odeia herdou os direitos pelas estórias que o pai escrevia.
Mas sua vida muda quando ela herda um castelo, porém não sabia que junto com ela vinha um duque!
Ele reclama seus direitos e diz nunca ter vendido seu castelo, e ela se recusa abandonar seu novo lar mesmo por que nem tem pra onde ir.
O duque é um homem amargurado, solitário e difícil de se conviver mas Isolde com sua persistência e carinho vai conseguindo o que deseja.

Não é um livro histórico que estamos acostumadas a ler. Ele tem uma deficiência mas que não o impede que viva melhor, porém ele se recusa a melhorar. Apesar de ser um homem muito bonito, não é um modelo de vaidade... vive amarrotado, com a barba por fazer e não tem muito bons modos.
Ela não é um modelo de beleza, do cabelo indomado e que nunca atraiu a atenção de nenhum pretendente.
Sem falar no castelo: Um lugar caindo aos pedaços que foi saqueado, empoeirado com ratos e morcegos!!
Ah mas você vai me perguntar: Qual a graça de ler um livro assim?
E te digo: É muito engraçado, é muito bom!!! Ri várias vezes lendo, o duque é muito desbocado! E é muito, muito hot!

A estória entre eles é diferente, sem aqueles atrativos de bailes, festas e carruagens, é um livro atípico.

Só não dei 5 estrelas pra ele por que o final deixou a desejar na minha opinião. Esperava algo diferente, mais impactante e foi sem surpresas. Também achei os momentos finais bem fantasioso, teatral.... mesmo pra esse livro tão diferente.
Mas gostei demais, com certeza lerei os próximos da série (haja séries!) e recomendo!

SEM LINK PARA DOWNLOAD!

quinta-feira, 12 de maio de 2016

A História de Nós Dois - Dani Atkins


Emma tem 27 anos, é linda e inteligente e vive cercada de pessoas que ama. Prestes a se casar com Richard, seu namorado desde a época de escola, ela não poderia estar mais empolgada.

Mas o que deveria ser o momento mais feliz de sua vida de repente vira uma tragédia. Emma sofre um acidente e é salva por um estranho minutos antes que o carro em que ela viajava explodisse.

Abalada, ela decide adiar o casamento. E nesse meio-tempo descobre segredos que a fazem questionar as pessoas nas quais sempre confiara a ponto de duvidar se deve se casar afinal.

Para complicar, ela se sente cada vez mais ligada a Jack, o homem que a salvou e que não sai da sua cabeça. Jack é lindo, gentil e divertido, de um jeito diferente de todos que ela já conheceu. Por outro lado, é Richard quem ela sempre amou...

Uma mulher, dois homens, tantos destinos possíveis. Como essa história vai terminar?


RESENHA:
12/05/2016

Muito difícil resenhar esse livro. Fiquei simplesmente apaixonada por ele!

Depois de um acidente terrível com o carro em que as 3 amigas estavam, a vida de Emma vira de ponta cabeça.
Até então noiva e apaixonada pelo namorado, Emma se vê com o coração dividido entre ele e o homem que a salvou antes que seu carro incendiasse.
Com o passar dos dias, ela descobre coisas que põe em dúvida esse amor por Richard, o noivo e Jack vai ganhando mais espaço no seu coração. Ele é o homem que toda mulher sonha.
Além dessa confusão amorosa que Emma se encontra, tem também a mãe que sofre de Alzheimer e é bem retratado no livro. Os sentimentos de amor, angústia e muitas vezes de impotência, faz você vidrar de uma tal maneira na estória que fica difícil abandonar a leitura.
Eu fiquei na torcida o livro todo com que ela deveria ficar, mas a autora não revela nada até o final e fiquei em dúvidas se seria mesmo aquilo que eu imaginava. Ao contrário de outros livros de romance que fica óbvio quem será o escolhido.
A escrita é ágil, os diálogos são bem escritos e não deixa a estória cansativa. Quanto mais o enredo evoluía, mais eu queria ler. Queria saber logo o final, mas não queria que o livro acabasse.
E como no primeiro livro, o final foi surpreendente. E também entrou pra minha lista de favoritos.

Li o primeiro livro da autora - Uma Curva no Tempo - e adorei a escrita dela. Logo fiquei ansiosa por um segundo livro e imaginei se ela conseguiria me surpreender como na primeira vez. A resposta é sim!
E quando finalizei a leitura, já me sentindo orfã dela, fiquei confusa... não entendi direito que final foi aquele. Então peguei algumas partes específicas do livro, reli e finalmente entendi aquilo. Fiquei chocada.
Ah e antes que me esqueça: Que capas são essas? Tanto a do primeiro livro como essa, são lindíssimas!
Dani Atkins acabou de ganhar um lugarzinho especial entre minhas autoras preferidas!

LIVRO SEM LINK PARA DOWNLOAD!

Uma Curva no Tempo - Dani Atkins


"E se a vida lhe desse uma segunda chance?"

A noite do acidente mudou tudo... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel está desmoronando. Ela mora sozinha em Londres, num apartamento minúsculo, tem um emprego sem nenhuma perspectiva e vive culpada pela morte de seu melhor amigo. Ela daria tudo para voltar no tempo. Mas a vida não funciona assim... Ou funciona?

A noite do acidente foi uma grande sorte... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel é perfeita. Ela tem um noivo maravilhoso, pai e amigos adoráveis e a carreira com que sempre sonhou. Mas por que será que ela não consegue afastar as lembranças de uma vida muito diferente?

RESENHA:
28/02/2016

Esse livro foi uma linda surpresa! Eu já tinha visto, achei a capa uma graça, mas não tive interesse em nem ao menos ler a sinopse... não sei por quê.
Depois de ouvir uma pessoa comentando que ele era maravilhoso, aí sim fui me interessar. Olhei no Skoob a qualificação dele, mas não li resenhas. Muitas delas tem spoilers e estragam o livro.
Então esse é mais um que peguei pela quantidade de "estrelinhas" dadas à ele.

Rachel tem apenas 18 anos, tem um namorado que a ama e está se formando no colégio com um futuro promissor à frente.
Numa noite ela e seus amigos vão à um restaurante numa despedida, pois cada um irá seguir seu caminho.
Só que um carro desgovernado atinge a janela onde eles estão sentados e para salvá-la de ser atingida, seu melhor amigo Jimmy acaba falecendo.
Ela fica muito ferida, fica meses internada e sua vida acaba não sendo nada daquilo que ela sonhou. Acabou se transformando numa garota triste, com uma profissão que não era a que ela almejava, com uma cicatriz profunda no rosto, um pai doente e culpada pela morte do seu grande amigo.

Cinco anos depois, eles voltam a se reunir para a despedida de solteira da amiga Sarah. No início o clima entre eles é estranho, todos tomando cuidado para não falar do Jimmy apesar do nome ficar pesando entre eles o tempo todo.

Rachel com muita dor de cabeça, algo frequente nos últimos dias, vai embora mais cedo mas depois de alguns acontecimentos ela passa mal e é levada ao hospital novamente.
Quando ela acorda sua vida não é mais nada daquilo!
Seu amigo está vivo, ela está formada e noiva e seu pai não está doente. Sua vida está perfeita! Mas porque ela não tem nenhuma lembrança de como tudo isso aconteceu? Por que as lembranças desses últimos 5 anos são tristes? O que está acontecendo?

Mesmo sua vida estando perfeita, ela ainda quer saber o que aconteceu, por que tudo isso mudou, mas fica difícil quando ninguém acredita nela e acha que ela tem algum problema sério na cabeça.
O único que parece acreditar é Jimmy, que a ajuda a ir atrás de pistas da sua suposta "outra vida".

Se ela nunca viveu aquela vida, como ela sabe endereços e nomes de pessoas? Você fica afobada para saber o que está acontecendo com ela. 

Eu amei o livro, principalmente pelo final. Acaba fazendo a gente refletir também na nossa vida, o que aconteceria conosco se algo mudasse? Se tivéssemos outra chance.
E apesar de algumas pessoas que leram achar que ela era muito idiota de querer saber da vida passada vivendo agora numa vida melhor, eu digo que seria muito difícil a gente seguir em frente com tantas recordações de uma vida que não existiu e ainda fazer de conta que nada aconteceu.

Eu recomendo essa leitura, valeu muito a pena!!

LIVRO SEM LINK PARA DOWNLOAD!